Arquivo do Autor

sem retorno

Prometi o retorno da HCG ou, ao menos, o meu.

Infelizmente, não consegui o domínio do Fabian, o administrador. Ele simplesmente sumiu. Então, para quem quiser, estou escrevendo aí:

https://aronbarco.wordpress.com

Vida longa e próspera. Ou não.

Anúncios

dezembro 21, 2011 at 2:19 pm Deixe um comentário

blockyworld

O lançamento de Minecraft significa mais do que uma oficialização — significa o coroamento de um método das produtoras de jogos lidarem com seu público, um método excelente e que deveria servir de padrão. A Mojang deixou os jogadores participarem do processo inteiro, que além de um sucesso, produziu o que pode ser o jogo mais interessante já criado.

novembro 19, 2011 at 9:10 am Deixe um comentário

retorno

Este tipo de post é recorrente (mais do que deveria) neste site; mas não há outro jeito de dizer: a Hardcore Gaming está de volta. Ou, ao menos, eu estou.

Com a falta de tempo da equipe, e depois de inúmeros desencontros, o site foi deixado na carbonite. Até agora. Hoje resolvi reativá-lo, mas com novos propósitos. Este será um recanto para pensar sobre os jogos.

Sou um mestrando em filosofia que necessita de uma atividade intelectual que não seja a da minha pesquisa, para o bem de minha sanidade. Por isso pretendo continuar parte do trabalho que realiza neste site, e acrescentar algo novo.

Para os que ainda passam por aqui, aguardem mudanças eminentes pelos próximos dias.

novembro 17, 2011 at 9:53 pm Deixe um comentário

Problemas à vista: site temporariamente desativado

Devido a problemas pessoais com nosso redator chefe Fabian Kurayami – e pelo visto algo sério aconteceu, o cara sumiu da internet já faz tempo – e a impossibilidade do restante da equipe manter o site atualizado com a frequência necessária (eu mesmo estou altamente encrencado no mestrado), a HCG infelizmente ficará parada até encontrarmos uma solução, novos membros, ou mesmo que os membros atuais encontrem tempo disponível para cuidar do site.

É triste, mas todos sabemos que muitas coisas podem acontecer que nos impedem de dedicar tempo para um projeto como esse.

Até mais,

Aron Pilotto Barco

abril 29, 2010 at 12:58 am 9 comentários

Assassin’s Creed II: opinião rapida

É impossível fazer um bom enredo levando a sério o tema: “templários ainda existem e secretamente governam o mundo”…  e neste jogo as coisas só ficam piores: a “maçã de Eva” é um dispositivo alienígena que carrega um monte equações matemáticas (supostamente uma representação do conhecimento desta raça alienígena); todos os contos da criação, em todas as religiões, são sobre estes seres que nos ensinaram como fazer ferramentas (e supostamente nos fizeram também); Ezio é apenas um pedaço do quebra-cabeça para um homem no futuro (você – o protagonista) decifre toda a origem da humanidade… é simplesmente um passo milhares de vezes maior que as próprias pernas ir do tema do assassino ao tema da origem da humanidade, chega a ser ridículo. Desenvolvedores de jogos deviam levar mais tempo aprendendo a escrever, lendo boa literatura, do que reproduzindo essas besteiras de bar nos seus jogos.

A mecânica de jogo vai bem, apesar da burrice da IA e da não necessidade de stealth (da pra cumprir quase todas as missões sem ela, são poucas que a exigem). Mas ainda assim a diversão é eclipsada pela trama – que até começa bem, quando você é um homem à procura de vingança e nisso se transforma em um talentoso assassino. É simples, mas bem contada.  O negócio desanda quando tentam fazer dos assassinos caras legais, tentam dar-lhes uma razão muito maior do que um assassino jamais sonhou em ter e nisso recorrem as justificativas mais absurdas.

Resumindo: Assassin’s Creed II seria ótimo se fosse mais como Hitman e menos como um Prince of Persia com enredo estúpido. O jogo ainda luta muito para adquirir uma identidade própria, e seu único caminho para tal é viajar na literatura meia-boca do Dan Brown.

abril 19, 2010 at 1:50 pm 4 comentários

Escândalo de corrupção entre jogadores koreanos de Starcraft

Essa foto é de um evento de Starcraft na Koréia do Sul. Por lá, o jogo é um (e-)esporte nacional que mobiliza muita gente. Logo, o nível de profissionalismo aumentou drasticamente. Até o ponto de também pegarem atalhos…

Lá, centrais de apostas fazem apostas para partidas de Starcraft; então, jogadores famosos estão sendo acusados de perderem jogos intencionalmente – para ganhar as apostas – e mandar os vídeos dos treinos de seus times para as centrais de apostas, revelando a estratégia de jogadores e dando uma margem para os bookmakers (caras que controlam as apostas) preverem resultados ou mesmo venderem os vídeos para adversários.

Há rumores de que o processo iniciou em 2006 e que até mesmo os organizadores dos campenatos sabiam, mas não conseguiram controlar. Com o “escândalo” à solta, a polícia entrou no caso e está investigando os jogadores acusados. Muitos podem perder a carreira e até irem a julgamento por formação de quadrilha ou alguma outra lei Koreana que desconheço.

abril 13, 2010 at 9:40 am 2 comentários

Sniper: Ghost Warrior??

Para o segundo semestre desse ano, a produtora City Interactive trará o quase-simulador de franco-atirador Sniper: Ghost Warrior; a idéia é colocar ao alcance do seu Xbox360 ou PC a experiência mais realista de sniping já vista no mundo dos games.

A produtora não é iniciante, já tendo lançado muitos jogos; mas, em geral, fracos e por isso acabaram no anonimato. Esse é o maior investimento do estúdio até o momento… aí cabe a pergunta: será que um simulador de Sniper daria num bom jogo?

(mais…)

abril 6, 2010 at 10:28 am 2 comentários

Posts antigos


Seções

Arquivo