Primeiras impressões de Metro 2033

março 17, 2010 at 5:55 pm 6 comentários

Em muitos aspectos a 4A Games oferece o que prometeu: à primeira vista, Metro 2033 é um shooter competente com toques de horror. Não tenho dúvidas que estou frente a frente com uma das engines mais estupefantes dos últimos tempos, mas infelizmente o seu potencial é muito reduzido pela má codificação – há texturas que nitidamente ficaram “atrás” de outras – enquanto umas estão absurdamente bem feitas, outras estão ridículas -, ou seja, os produtores pecaram nos detalhes.

  • Problemas técnicos

A versão para PC (que estou testando) está repleta de problemas de performance e de adequação. Estão pipocando em fórums por aí jogadores reclamando do FOV (field of view) e do Aspect Ratio (travado em 3:4 ou 4:5) . Simplesmente não há suporte para resoluções wide em 16:10; os jogadores estão fuçando nas cfg’s atrás de soluções.

Outro problema na adapatação do jogo para PC é a fluidez. Nem os sistemas mais potentes conseguem rodar esse jogo o tempo todo sem nenhuma travada. A engine é poderosa, claro, mas isso não significa que o jogo tenha que pesar assim. Isso é claramente decorrente de erros.

  • Jogabilidade e enredo

É fácil perceber a proximidade do jogo com a série Stalker (até pelos violeiros e fogueiras pelos cantos). O pessoal da Europa Oriental anda fascinada num ambiente pós-apocalíptico, como vimos também em Cryostasis. Metro 2033 também tam uma boa parcela de influência dos momentos mais darks de Half-life 2, com lanterna ligada caçando monstros no escuro. Lembra também a série Call of Duty, porque os scripts aqui são o segredo da ação. O clima lembra a série Fallout. E aí, resta alguma originalidade para o Metro 2033? Vou manter o segredo para você mesmo decidir ao jogar, ou até a análise a caminho (até porque eu ainda não vi muita coisa, acho que ainda não cheguei nem na metade).

O enredo é simples: você é um sobrevivente e um escritor vivendo nos metros de uma Moscou varrida por uma guerra nuclar. A narrativa é feita pelos scripts e por textos que são narrados durante os loadings. Fórmula muito usada nos FPS’s por aí. A ação é bem medida, com momentos empolgantes que te mantém jogando. Até onde vi, o jogo não desaponta nessa cadeia de eventos nem trava tudo com alguma missão imbecil.

Talvez o único elemento na jogabilidade que considerei realmente imbecil até o momento foi o carregador para a lanterna… é, você tem que usar um carregador para deixar sua lanterna mais forte, para ver mais e mais longe. Ela funciona sem a carga, mas é melhor carregá-la, já que o jogo é escuro. O problema é que sistema é de “esmagar botão”: o que é totalmente desnecessário. Ninguém se diverte apertando o mesmo botão por 30 seg.

A 4A Games insistiu que o jogo não se tratava de um shooter de horror, mas se Metro não é um está muito perto de ser. Você não enfrenta só mutantes e montros, há também uns humanos pra atirar; mas, de qualquer forma, o clima é aquele típico claustrofóbico e pouco iluminado dos jogos de horror.

  • Potencial

À primeira vista Metro 2033 é um shooter competente que vale a pena. Mas, ao menos a versão de PC apresenta tantos problemas de desempenho e adequação que nos chateiam bastante. Se você vai jogá-lo no Xbox 360, provavelmente sua primeira impressão será bem melhor pois não vai ser nublada por esses grilos.

Enfim, dê uma olhada! Em breve apareço com uma análise confirmando as espectativas boas ou as ruins.

UPDATE: num tuíte recente, a 4A Games prometeu um patch para resolver os problemas com o aspect ratio e o FOV. Não demorando muito, todo patch é bem vindo.

por Aron Pilotto Barco

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

Requisitos de Sistema de Splinter Cell: Conviction revelados SEGA: precisamos ganhar respeito no PS3 e 360

6 Comentários Add your own

  • 1. Loveless  |  março 17, 2010 às 6:06 pm

    É sacanagem o que estão fazendo com os jogadores de PC.. antes o PC tinha as melhores versões dos games, agora estao recebendo as mais porcas, lamentável.

    De qualquer forma, meu PC mal roda Diablo 2, então ficarei com a versão 360 ^^

  • 2. Fabian Kurayami  |  março 17, 2010 às 7:03 pm

    Loveless dá uma olhada no meu review de FFXIII xD

  • 3. Raphael Martinez  |  março 17, 2010 às 7:10 pm

    O jogo no 360 as vezes fica “pesado” também, porem nada que atrapalhe a jogabilidade, tem alguns problemas de tearing, mas as texturas não me pareceram tão desniveladas assim ( com certeza texturas muito carregadas no pc não são tão carregadas no 360, mas continuam muito bonitas, e me impressionaram) e não vi texturas horriveis no jogo….achei um bom jogo, chegou sem muito Hype e no fim acabou me impressionando ( principalmente nos graficos)

    O negocio de carregar a lanterna é bem nada a ver mesmo…..e não gostei do uso da mascara em diversas partes do jogo, chega a atrapalhar até o visual do jogo e elas acabam rapido demais fazendo com que as vezes vc tenha que voltar o capitulo inteiro porq no maldito ultimo chekpoint o “ar” estava no fim e não tinha nenhuma nova mascara proxima

    O jogo tem um clima muito foda, tem armas pra caramba..e algumas muito legais de se usar, mas tem alguns problemas…. o sistema de danos atirando nos inimigos é muito estranho…..as vezes com dois tiros vc mata o monstro/humanos, as vezes tem que usar 6 tiros atirando nos mesmo lugares que tinha usado apenas duas balas……..enfim, achei o jogo bem divertido e acima da media doq tem aparecido por ai, mas impressionar mesmo só graficamente

    visito o site desde que ele retornou, como antigamente posto pouco mas sempre to vendo as noticias aqui……abraço pro Fabian e o novo pessoal que ta tocando o site….sucesso ai pra “tus”

  • 4. editor chefe  |  março 17, 2010 às 9:11 pm

    “É sacanagem o que estão fazendo com os jogadores de PC ” 2
    Eu só espero que a vesão para xbox 360 não venha bugado.

  • 5. aroncoiote  |  março 17, 2010 às 11:23 pm

    @Raphael Martinez,

    cara, eu não notei isso na versão de PC. me parece um típico erro de hitbox: quando o modelo visual não está no mesmo lugar que seu hitbox (onde o jogo calcula os tiros acertados).

    me parece que, com um pouco mais de esmero e tempo de produção, seria um jogo excelente. mas os pequenos errinhos cansam…

  • 6. Lufi  |  março 19, 2010 às 12:20 pm

    tô muito curioso pra esse jogo! os gráficos parecem excelentes mesmo =]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Seções

Arquivo


%d blogueiros gostam disto: